Sexta-feira, 8 de Fevereiro de 2008
Hoje acordei mal disposto. A minha má disposição não se deve a motivos nacionais. São as primárias americanas que estão a dar cabo do meu estômago. Todos julgamos que o próximo presidente dos Estados Unidos vai ser um democrata. Mas parece que não. Curiosamente, para os americanos o próximo presidente americano será um preto ou uma mulher. Ninguém consegue falar das diferenças ideológicas. Se Hillary ganha num estado, é porque é mulher. Se perde no outro é porque o marido se intromete demasiado na campanha. Se Obama ganha noutro sitio qualquer, é porque mobilizou o eleitorado preto ou anti-racista. Se perde, é porque é preto. Eu acho que os democratas americanos são toda uma cambada de maricas, misóginos, racistas, feministas e afro-tendenciosos. Todos eles, claro, espalhados pelo território. Por isso devemos dar valor aos candidatos republicanos, e por três razões. A primeira é a coragem de todos eles em aceitar concorrer às próximas eleições presidenciais representando o mesmo partido a que pertence o actual presidente Bush. A segunda razão é que não tiveram nenhum candidato mulher nem preto, que, como vemos, só faz confusão. A última é que os candidatos evangelistas perderam a Fé e todos eles desistiram ou quase. Aliás, os laicos também. Só fica John McCain, que é homem e branco, características mais que suficientes para ser um presidente como Deus manda. Ainda por cima tem outras qualidades como ser herói de guerra e ex-torturado, o que é uma garantia para o caso de voltar a ser capturado. Sabemos que não vai revelar nada que não saibamos. Fora isso, tudo bem.


Publicada por Carlos Quevedo às 22:18
Comentar

Comentários:
De Ana Cristina Leonardo a 12 de Fevereiro de 2008 às 19:13
o Comentador terá acordado mal disposto mas conseguiu pôr várias pessoas a rir, incluindo eu


Comentar post

Arquivo do blogue
Subscrever feeds
blogs SAPO