Quinta-feira, 29 de Outubro de 2009

Roberta Wright McCain, mãe do senador norte-americano John McCain, teve alta ontem do Hospital de S. José, em Lisboa. Roberta McCain, de 97 anos, deu uma queda na quinta-feira, quando passeava na Baixa de Lisboa. Desmaiou e ficou ferida na cabeça, sem gravidade. A esta hora Roberta deve estar a viajar para os Estados Unidos e a classe médica portuguesa deve estar a beber champanhe. Nem quero imaginar se a senhora tivesse ido desta para melhor em solo português. O que não teriam dito de Portugal. Ter-nos-iam chamado incompetentes, lugar onde já se sabia não podiam trazer as crianças e passavam a saber que tampouco os velhos. Porque é que não tínhamos feito Lisboa como Londres, que é toda plana, que as nossas calçadas são um perigo, e sei lá que mais. Mas, felizmente, graças à perícia dos médicos do São José, só nos vão acusar de desenterrar o nome de McCain no momento em que ninguém falava dele desde a sova que Obama lhe deu nas eleições. Claro que tivemos sorte que tenha sido na Baixa e que o Hospital São José estivesse ali, mesmo à mão de semear. Imagino a malta do Hospital Santa Maria a comentar que a queda foi pequena, que não teve provocado mais que um pequeno corte, que assim até num posto de saúde qualquer a senhora sobrevivia e tal. Pois, é fácil falar depois. Ainda por cima, o Santa Maria onde agora só os ceguinhos vão porque não têm nada a perder. Pura inveja. Por outro lado, é preciso dizer que se eu fosse a mãe de um candidato a presidência dos Estados Unidos e viesse a Portugal com 97 anos, passeava com uma ambulância ao lado. A mulher é corajosa. O único problema é que, quando souberam no hospital que não era uma velha qualquer, a tenham considerado como parte do grupo social prioritário e tenha levado com a vacina contra a gripe A. Se foi assim, estamos feitos. Nos Estados Unidos a vacina não foi aprovada. Não me surpreenderia, se fosse esse o caso que o São José ainda fosse processado. Era uma pena estragarem tudo. Não é todos os dias que vemos uma anciã entrar num hospital português e sair viva. Fora isso, tudo bem.



Publicada por Carlos Quevedo às 23:26
Comentar

Comentários:
De Filipah13 a 2 de Novembro de 2009 às 23:03
gostei
http://lutarpeloplaneta.blogs.sapo.pt/ >> visitem


De Flor de Jasmim a 3 de Novembro de 2009 às 21:51
www.jovemparasempre.pt.vu


Comentar post

Arquivo do blogue
Subscrever feeds
blogs SAPO