Sexta-feira, 15 de Janeiro de 2010

Nestes dias chuvosos tive tempo para tudo. Até para ver blogues. Descobri um debate bastante acesso sobre a provável proibição do uso da burka na França. Como é hábito nestas discussões as afirmações mais violentas foram proferidas pelas pessoas mais sensíveis. Sem entrar em pormenores estavam maioritariamente mais representados aqueles que fizeram do multiculturalismo uma religião das religiões, onde há lugar para todas as suas excentricidades. Em menor número estavam representados os romanos. Ou seja, aqueles que aceitam que as mulheres ocidentais quando estão em países muçulmanos respeitem os usos e costumes do sítio. Consequentemente, as muçulmanas devem, dentro do possível, não exibir os seus interditos cá na terra. Dá demasiado nas vistas. Não quero andar armado em Salomão, mas gosto um pouco de tudo. Gosto de ver sikhs com turbantes, judeus com kippah, muçulmanas com chador. Mas também me parece um exagero a burka, que esconde a mulher da cabeça aos pés, incluindo de caminho, a cara. Mas, por outro lado, tenho sempre uma alergia às proibições. É por isso que gostaria de sugerir a Sarkozy, cara e nervo desta proposta de lei em França, que há outras maneiras de neutralizar os sinais exteriores do fundamentalismo. Sendo Paris o centro tradicional da haute couture, Sarkozy só tinha de fazer uma reunião com a malta da moda e relançar a burka como só as francesas relançam tudo o que põem em cima. Burkas decotadas, transparentes, mini-burkas, burkas de frente com as costas nuas até ao rabo. Burkas com rachas. Burkas a cores: vermelhas, azul celeste, amarelas. Burkas bem justas na cintura e no peito, com wonderbra, wonderass, e tudo o que se possa wonderiar. Tenho a certeza de que em seis meses, as burkas iam ser proibidas até no Afeganistão e condenadas pelos mais fanáticos dos talibãs. Era o que eu fazia se fosse o Sarkozy. Claro que antes, pelo sim pelo não, falava do assunto com a Carla. Fora isso, tudo bem.



Publicada por Carlos Quevedo às 23:49
Comentar

Arquivo do blogue
Subscrever feeds
blogs SAPO