Sexta-feira, 3 de Setembro de 2010

Como os especialistas não se cansam de nos advertir, Portugal, assim como está, ou não tem futuro ou tem um futuro terrível. Segundo Vasco Pulido Valente, a república assim como está, só nos vai enterrar. Na economia temos o Doutor Medina Carreira, entretanto íntimo de Mário Crespo, que diz e rediz que devemos produzir e cortar nos gastos do Estado, caso contrário, os credores vão comer-nos como sushi. Quero dizer, crus. Por estes dias só há uma voz optimista em Portugal, e é, já adivinharam, o nosso primeiro-ministro. Depois de ler ou ouvir os comentadores citados, basta-me ver José Sócrates inaugurar qualquer coisa e explicar que aquilo que é inaugurado é uma prova de que estamos a ir para a frente, ao contrário dos bota-abaixo, que só vêem obscuridade e desgraças. Confesso que, ao princípio, quando Sócrates iniciou esta gesta para nos elevar o ânimo, eu ficava um bocado irritado. Mas por respeito pelas instituições, preferi não intervir. No fundo, queria que tivesse razão. Passou o Verão e nada. Estava eu, então, a escrever um intolerante discurso contra os bota para cima, os optimistas armados em super-homens, quando li que Sócrates garantia mais cem creches até ao mês de Dezembro. Foi nesse instante que percebi o que a Virgem Maria deve ter sentido quando o Anjo, julgo que Gabriel, lhe anunciou que ia ser mãe de Deus e que para isso não era preciso fazer nada, porque já estava tudo tratado nas altas esferas celestiais. Sócrates sabe que não vai ser nesta vida que as coisas vão mudar. Sabe que o futuro não nos pertence: ele está nas mãos das próximas gerações. Que melhor argumento se pode dar àquelas pessoas que anunciam o fim do mundo e a morte do regime? É como dizer calmamente, com um sorriso paternal: “Até podem ter razão, mas nunca vamos saber, não é? Aliás, estes futuros putos vão ser bom com o computador, não vão escrever com os polegares… Ó Silva Pereira, é com os polegares, não é?”. Fora isso, tudo bem.



Publicada por Carlos Quevedo às 23:55
Comentar

Arquivo do blogue
Subscrever feeds
blogs SAPO