Quarta-feira, 30 de Janeiro de 2008
Sócrates finalmente fez a remodelação do governo. Já não era sem tempo. É verdade que Mário "jamais" Lino ficou para segundas núpcias. Ou pelo menos o grande povo de Alcochete assim o espera. Apesar de tudo, os que não estão satisfeitos com esta mexida governamental não têm razão de queixa. O novo Ministro da Cultura, António Pinto Ribeiro, é inteligente, culto, fala cinco línguas, (nenhuma delas é o russo nem o chinês, que são línguas que inspiram desconfiança). Faz parte da Fundação Berardo, mas também ninguém é perfeito. É advogado mas como já disse ninguém é perfeito. Tem como clientes os Gato Fedorento, coisa que só lhe fica bem. Mas como todas as pessoas tem um esqueleto no armário: é advogado de Sá Fernandes. É do domínio público que Sá Fernandes é uma máquina de abrir processos: ele é o túnel do Marquês, ele é a Feira Popular, o Parque Mayer e assim por diante. Pinto Ribeiro vai ter de decidir entre a Cultura e Sá Fernandes. Não há lugar no país para os dois. Com a nova Ministra da Saúde Ana Jorge não temos este problema. Ela é médica pediatra e Deus sabe que, apesar de tudo, Sá Fernandes já não é uma criança. Ana Jorge tem um currículo respeitável que nos dá garantias de que suportará os futuros insultos próprios do cargo que ocupa. Contudo, tem uma nódoa no seu passado. Eu diria menos, uma nodoazinha: foi impulsionadora do Serviço 24, assistência médica telefónica, deixou-se influenciar por um desses génios do marketing e permitiu que o serviço tivesse o cognome infantil "Dói, dói, trim, trim". Convenhamos que é um nome pouco sério para um serviço dirigido às pessoas que estão a viver um mau momento. "Doi, dói, trim, trim"? Tenho a certeza de que são as crianças hipocondríacas que ligam à espera de ouvir o Batatoon a dar conselhos médicos. Fora isso, tudo bem e bem-vindos ao convívio.


Publicada por Carlos Quevedo às 23:49
Comentar

Comentários:
De Ana Cristina Leonardo a 31 de Janeiro de 2008 às 20:07
Sr Comentador, passando por cima de si e dirigindo-me directamente ao seu heterónimo:
Carlos, granda post! Estavas inspirado.


Comentar post

Arquivo do blogue
Subscrever feeds
blogs SAPO