Quinta-feira, 25 de Setembro de 2008

O mundo está escandalizado e com toda a razão do próprio com as mais de 54 mil crianças afectadas pela contaminação com melamina, por agora só na China. Devo confessar a minha ignorância sobre o aspecto químico do problema. Parece que a melamina é usada para não detectar o leite diluído e aumentar artificialmente os níveis de proteínas. Sou do tempo em que os comerciantes ou distribuidores se conformavam em misturar água no leite para o fazer render mais. Suponho eu, sempre ignorante no assunto, que, para esconder a água que com certeza diluem no leite, adicionam esta melamina para, quando analisada, pareça proteínicamente correcta. Esta conclusão seria interessante se isto acontecesse não apenas ao leite em pó. Significa que para fazer mais pó de leite com menos leite, os chineses, neste caso, adicionam melamina. Isto leva-me a pensar duas coisas. Primeiro que a melamina é mais barata do que o leite; e, em segundo lugar que, dosificada, passa por leite nos exames químicos de controlo de qualidade. Ou seja: a melamina é uma aldrabice industrial mas legal se utilizada em doses menores. Mas se excederem as doses, o controlo de qualidade não percebe o excesso a não ser que alguma criança morra. Espero que sigam o meu raciocino, porque sou incapaz de repetir. A minha conclusão ante esta imoralidade é que ASAE lá do sitio, na China, é, por agora, pior do que a nossa. O que me faz desejar com fervor que a ASAE cá do sitio se preocupe mais com as aldrabices químicas da indústria e menos com as inocentes panelas de ferro, colheres de pau, queijos artesanais e todas essas coisas primitivas que século após século não mataram a ninguém. Fora isso, tudo bem.



Publicada por Carlos Quevedo às 23:42
Comentar

Comentários:
De Ana a 30 de Setembro de 2008 às 20:36
Que se há-de fazer?


De Gabriel da Silva a 2 de Outubro de 2008 às 12:53
Ora ai está o cerne da questão.
Fecham-se 'Tascas', Restaurantes, Turtúlias, Fábricas de Queijo Artesanal, e tantos outros, para preservar a saúde pública quando, em muitos destes casos, ela nunca esteve em perigo.
A Oriente nota-se o 'desoriente' que de mansinho vem afectar Ocidente com os seus inqualificáveis produtos, recheados e forrados da mais questionável qualidade.
O problema é que este cenários não se verifica apenas no sector alimentar. Mas ainda ninguém ABRIU os olhos. Fora isso, tudo bem.


De Ana Cristina Leonardo a 3 de Outubro de 2008 às 00:43
Espero que sigam o meu raciocino, porque sou incapaz de o repetir

A isto chamo eu humor sem aditivos


Comentar post

Arquivo do blogue
Subscrever feeds
blogs SAPO