Quinta-feira, 14 de Maio de 2009

Lopes da Mota será alvo de processo disciplinar. A decisão foi tomada pelo Procurador-geral da República, Pinto Monteiro, após uma reunião de várias horas no Conselho Superior do Ministério Público sobre o relatório do inquérito às alegadas pressões feitas aos dois procuradores responsáveis pelo caso Freeport. Se Pinto Monteiro assim o diz, pois assim seja. Mas, como qualquer português, a mim apetece-me perguntar que defina a palavra “pressões”. Digo isto não porque me interessa em particular o futuro de Lopes da Mota, mas porque a defesa deste senhor da Mota foi que apenas teve conversas informais com amigos. O que significa que não desmente o teor da conversa, apenas a contextualiza. A minha preocupação é saber se os procuradores com quem teve aquele convívio, Vítor Magalhães e Paes de Faria, eram ou não amigos dele. O resto, bem vistas as coisas, não interessa. É evidente que se aqueles “amigos” denunciaram as tais pressões, não eram o que Lopes da Mota julgava que eram. Eu, no lugar dele, ficava mais que chateado. “Então, tu, Vítor, que vieste ao baptismo da minha filha, não és meu amigo? E tu, Paes, que tantas vezes disse a tua mulher que trabalhamos juntos até as quatro da manhã, agora estás armado em parvo?” Pois, deve ser uma chatice. A outra possibilidade é que Lopes da Mota tenha inventado que eram amigos. Nesse caso, como se explica a conversa a três? Almoçaram, isso é um facto. Mas quem pagou? Se pagaram a meias, não são assim tão amigos, apenas colegas. Se foram os pressionados que pagaram, é porque sempre odiaram o da Mota. Mas se foi o da Mota que pagou, além de pressões pode incluir-se uma tentativa de suborno. Isto, claro, se o tal repasto aconteceu num lugar caro, a condizer com o tema. Senão, se foi numa tasca, Pinto Monteiro está enganado. Ninguém pressiona num lugar a quinze euros por pessoa. Ainda não li as actas do inquérito, mas podem ter a certeza que a pressão está nos pormenores. Fora isso, tudo bem.



Publicada por Carlos Quevedo às 23:46
Comentar

Comentários:
De ana cristina leonardo a 16 de Maio de 2009 às 15:24
muito bom!!!


Comentar post

Arquivo do blogue
Subscrever feeds
blogs SAPO