Quinta-feira, 28 de Maio de 2009

Como qualquer pessoa de bom senso, julgo que temos de ter cuidado com as imagens em geral e ainda muito mais cuidado com as imagens que a televisão nos apresenta. O caso da Alexandra é um bom exemplo. O que vimos na reportagem feita pela televisão russa? Apenas uma cena familiar à moda antiga. É verdade que Natália Zarubina, a mãe biológica de Alexandra, tem um aspecto suspeito. Dá a sensação de que a vida lhe passou por cima. Eu até tenho um vizinho que se parece muito com ela. Sobretudo quando vai trabalhar nas noites do Conde Redondo. Mas isso não quer dizer nada, ou pelo menos não deve querer dizer. Outra informação dada pelas imagens é o aspecto da casa. È uma casa pobre, sem dúvida, que contrasta com a vivenda de classe média dos pais adoptivos. Mas era de esperar. Não devemos esquecer que Natália emigrou para Portugal. Ninguém espera que venha gente de colégios privados da Rússia para trabalhar aqui. O que vimos foi uma mãe envelhecida a dar umas palmadas à criança num sítio pobre algures na Rússia. Até há bem poucos anos ninguém se escandalizava com isto. O comentário de Zarubina de que os pais portugueses podiam querer a filha para vender os seus órgãos ou para a iniciar no próspero trabalho da prostituição deve ter sido tirado do Dostoievski. Querer processá-los por danos morais e difamação foi com certeza ideia do advogado russo. Acham que estamos cheios de massa, lá porque temos uma data de imigrantes loiros. Também penso que até que não se prove que Zarubina não cumpre os mínimos para ser uma boa mãe, Alexandra não tem mais a fazer do que adaptar-se à sua família e ao Inverno russo. Ninguém escolhe os pais nem o clima. Há pessoas com sorte, outras com menos sorte, mas é assim. Senão, se fosse só por mérito e capacidades maternais ou parentais, havia muita gente que ficava sem filhos ou filhos que ficavam sem pais. Pode não ser justo, mas é assim que tem de ser. Fora isso, tudo bem.



Publicada por Carlos Quevedo às 23:55
Comentar

Arquivo do blogue
Subscrever feeds
blogs SAPO